• Background Image

    Blog Posts

30 de Setembro de 2016

O Plano Promocional no Facebook para o último trimestre 2016

 

1200x628-textoplanopromocionalfacebookinsta-3

Estamos a chegar ao último trimestre de 2016 e para muitas empresas este tem uma forte representatividade nas vendas.

As ações promocionais estão já definidas para o ponto de venda, sites de e-commerce e provavelmente estas serão divulgadas através de ações de email Marketing, sms e eventualmente nos Media tradicionais, no caso das empresas com um orçamento de maior dimensão.

Mas este blog post é dedicado às pequenas e médias empresas bem como profissionais independentes eventualmente com menores recursos humanos e financeiros para fazerem a divulgação das suas promoções sazonais.

O propósito é que planifiquem de forma estruturada a sua estratégia promocional e a divulguem de forma certeira com o apoio do Facebook.

Os próximos momentos promocionais. Marque no calendário!

Aproximam-se datas chave como o Halloween (31 de Outubro),  Black Friday (25 de Novembro), Cyber Monday (28 de Novembro) e claro a época festiva do Natal e Ano Novo.

Pode associar-se a estas datas, especialmente as 3 primeiras que mencionei e criar promoções  com uma imagem adaptada à temática. A vantagem é que vai aproveitar de todo o buzz que as grandes marcas criam em torno destas campanhas anuais (ex. El Corte Inglês).

Idealmente cada uma das suas ações promocionais deve ser comunicada no Facebook 2 a 3 semanas antes da data chave. Evite comunicar com muito tempo de antecedência mas não comunique em cima da hora, especialmente se o seu produto/serviço tem um preço médio mais elevado o que implica sempre uma ponderação na compra.

Algumas etapas para estruturar o seu Plano Promocional no Facebook

1. A definição do conceito da Promoção

Pode optar por um desconto financeiro espetacular, oferta de um bónus gratuito adicional (ex. entrega gratuita, instalação sem custos) ou poderá pensar numa experiência única para os seus Clientes.

Exemplos de promoções: descontos nos best sellers , compre 2 pague apenas 1, oferta de algo complementar, disponibilizar uma experiência única na utilização do serviço. Um hotel por exemplo, na reserva da estadia do fim de semana pode oferecer um jantar de boas vindas.

No caso da Black Friday ou Cyber Monday são promoções de 1 dia pelo que pode ir um pouco mais além na oferta de descontos porque a sua margem apenas é impactada em 1 dia de vendas.

2. Defina as métricas de medição do sucesso de cada ação promocional

Crie um ficheiro de excel e identifique os seguintes indicadores e métricas:

OBJETIVOS COMERCIAIS

  • Objetivo em vendas da promoção em valor e volume (objetivo ambicioso mas alcançável)
  • Retorno que espera em lucro liquido
  • Clarifique para si qual o sacrifício em termos de margem de venda
  • Incremento das visitas no ponto de venda (identificar faixas horárias com maior tráfego)

OBJETIVOS REDES SOCIAIS 

  • Taxa de interação da página e dos posts nesse período
  • Número absoluto de utilizadores envolvidos na página dia a dia
  • Taxa de resposta às mensagem (tem de ser muito mais rápido)
  • Controle diário do alcance orgânico versus alcance pago (para cada publicação)
  • Evolução número de fãs da sua Comunidade

OBJETIVOS SITE 

  • Evolução da aquisição social (referências da rede social Facebook) ou seja analisar se consegui uma % mais representativa de visitantes ao seu site através do Facebook)
  • Evolução do n.º de sessões no período
  • Visualização das páginas
  • Duração média da sessão
  • Obviamente o n.º de conversões obtidas no site

OBJETIVOS EMAIL MARKETING

  • N.º de novos subscritores da sua listagem de emails dedicada às promoções
  • Taxa de abertura emails no período
  • Taxa de clique no email (CTR email)

3. Defina a segmentação da sua Audiência

Para quem vai dirigir as suas promoções ?

“Para toda a gente é muita gente!”. 

Pode e deve criar diferentes segmentos!

A minha recomendação é que aproveite cada operação promocional para se dar a conhecer a novos potenciais Clientes mas  também que mostre as suas promoções aos seus atuais públicos.

Imagine que vai começar divulgação da sua promoção com 3 semanas de antecedência.

Na semana 1 de divulgação (paga) pode dar a conhecer a sua marca/empresa a potenciais Clientes. Neste caso pode criar um público semelhante aos fãs da sua página ou optar pela segmentação clássica demográfica, psicográfica e baseada em interesses e comportamentos (opção mais difícil e que menos recomendo).

Na semana 2 pode divulgar a sua promoção aos fãs da página, aos públicos personalizados baseado na sua listagem de emails ou visitantes ao site.

Na semana 3 reforça a comunicação da promoção aos visitantes do seu site, listagem de emails e claro junto dos fãs da página.

3.1 A importância do pixel do Facebook para otimizar as suas campanhas de publicidade no Facebook 

É essencial que instale este código .html no seu site porque vai obter 3 grandes vantagens:

  1. Permite criar audiências próprias (público-alvo da sua campanha) baseadas no tráfego do seu site. Vai poder impactar os visitantes do site ou de páginas específicas com a sua campanha de Publicidade no Facebook (remarketing no Facebook)
  2. Pode medir as conversões entre dispositivos (desktop e mobile)
  3. Posteriormente vai conseguir optimizar os seus anúncios para pessoas com maior probabilidade de se converterem

4. Crie uma imagem atrativa e que faça parar os utilizadores no seu post

Desenvolva uma imagem para cada promoção atrativa e que se destaque no feed mobile.

De acordo com dados do Facebook, mais de 3.6 milhões de portugueses acedem diariamente ao Facebook através do seu smartphone. 

Tem de criar uma imagem criativa e dinâmica, que chame a atenção e que obviamente incentive ao clique no post e/ou anúncio.

Recomendo a criação de posts orgânicos e/ou anúncios no formato Canvas. Clique na imagem e veja este exemplo:

Facebook canvas ads

Exemplo Canvas da Burberry

Voltando ao conceito da divulgação da promoção em 3 semanas antes da data chave e depois de ter escolhido o(s) produto(s) e serviço(s) crie 3 imagens distintas à volta do mesmo tema.

a) Imagem em que cria expetativa para a promoção e destaca com clareza o problema que o seu produto/serviço resolve para a sua audiência ou os seus top benefícios. Nesta etapa crie uma ligação emocional com o seu público. Recomendo que use o formato de vídeo nativo e/ou o Canvas e numa 1ª fase pode rentabilizar o bom alcance orgânico que este tipo de publicação trazem para a página.

b) Imagem em que já mostra com clareza a mecânica da promoção com a imagem do produto ou serviço, preço, data da promoção.

Crie um critério de escassez associado para além da data, exemplo quantidades limitadas dos produtos, n.º de experiências à volta do serviço restritas a x número de pessoas, etc…

c) Comece o countdown para a data chave em que se realiza a promoção.

Tenha várias variantes da imagem da promoção e crie um post especial para “É já amanhã a partir das 00:00, vai perder esta grande oportunidade?”.

5. Como divulgar cada Promoção no Facebook ?

A minha recomendação é que planifique para cada promoção uma campanha de Publicidade que acompanha a comunicação da promoção ao longo do tempo (3 semanas).

Para cada um dos momentos deixe cada um dos posts de divulgação da promoção obterem o seu alcance orgânico natural e use algumas táticas simples para o potenciar:

  • Peça aos colaboradores da empresa ou amigos chegados que partilhem o post assim que este seja publicado e também que interajam com o mesmo.
  • Envie uma ação de email marketing em cada semana com um link para os posts específicos (ex. post vídeo) a convidar os seus registos de email a visitarem a página no Facebook. Dê sempre um argumento concreto para que visitem a página no Facebook.
  • Re-publique os posts sempre nos melhores horários da página e publique-os novamente alterando o texto e/ou a imagem. Daí a importância de ter várias variantes da mesma imagem.

Avance para campanhas de Publicidade no Facebook apenas depois de ter ganho esse pequeno momentum orgânico.

Sabemos que a jornada do consumidor no processo de compra inclui hoje vários touch points digitais, ainda que 90% das compras ainda aconteçam no ponto de venda físico.

No entanto de acordo com dados do Facebook, 45% do processo de compra atual inclui uma ação mobile (pesquisa na app da marca, website, browser).

imagem-post

 

Pelo que tem de considerar o investimento na localização dos seus anúncios em mobile como sendo prioritária. A maior parte das campanhas no Facebook que realizo atualmente no Facebook são 100% para mobile.

5.1 Em que tipos de anúncios no Facebook pode e deve apostar para divulgar as suas promoções no Facebook?

Se tem um negócio com um ponto(s) de venda, claramente em anúncios de alcance local que lhe permitem comunicar as suas promoções táticas a pessoas que se encontram na sua zona de influência da loja.

Se tem um site de e-commerce, claramente anúncios de conversões no site tendo neste caso um foco muito claro no caminho crítico dos visitantes do site até à compra e à otimização em permanência desse processo mostrando no Facebook campanhas de remarketing aos utilizadores que não tenham concluído o check-out da compra ou que tenham apenas visitado páginas chave.

Numa fase inicial de divulgação de cada promoção (2-3 semanas antes) recomendo sem dúvida os anúncios de cliques para o site em carrossel em vídeo ou com carrossel com imagens em que pode utilizar até 5 vídeos/imagens para que possa apresentar a sua gama de produtos ou serviços de forma mais dinâmica.

6. Próxima etapa

Se ainda não o fez, é importante planear já as suas promoções para o último trimestre porque estamos em contagem decrescente! Espero que este artigo seja útil e possa retirar daqui alguma ideia que possa aplicar imediatamente.

Gostaria muito de trocar ideias consigo sobre as promoções que pensa lançar, aqui ou na minha página no Facebook! 

 

 

9 de Setembro de 2016

Como fazer vídeo live no Facebook via desktop ?

Sabia que pode transmitir livestreaming live ou seja em direto através do seu computador ?

template-imagem-artigo-1200x628-via-desktop

Pode transmitir em direto através da app mobile mas isso já não é nenhuma novidade!

Mas pode também utilizar o seu computador para transmitir em direto e a vantagem é que pode mostrar vários planos (cenas) diferentes para além do plano tradicional do interlocutor.

Neste exemplo posso trocar entre a minha imagem (cena 1) e mostrar o ecrã do portátil (cena 2).

live-2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

cena-3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A qualquer momento os equipamentos de vídeo vão trazer a funcionalidade incorporada de transmitir diretamente para o Facebook live. A primeira câmara que foi comercializada e que permite realizar a transmissão em direto é a mevo  que custa $399.

screen-shot-2016-09-08-at-11-34-09-pm

Mas se quiser uma alternativa diferente e gratuita pode utilizar o seu portátil/computador. Terá apenas de instalar um software gratuito que se chama OBS . Clique aqui para fazer download do software. 

De seguida vá às definições da sua página no Facebook à opção Ferramentas de publicação > vídeos > biblioteca de vídeos e agora clique no botão “em direto”.

biblioteca-de-videos

Aqui o Facebook vai dar-lhe uma chave de transmissão (URL com validade de 24 horas). Atenção não partilhe esta chave para evitar que qualquer pessoa possa transmitir na sua página.

chave-de-transmissao

Agora no OBS, nos Settings, menu Stream, copie esta chave de transmissão e cole-a. Vou mencionar os menus do OBS em inglês porque a maior parte dos tutoriais no Youtube está em inglês e assim após a leitura rápida deste blog post pode também ver alguns vídeos tutoriais e aprofundar mais este tema.

copiar-e-colar-aqui-chave-do-facebook

Se quisesse começar a transmitir em direto para a página, agora no OBS clicaria em “Start streaming”.

start-streaming

De seguida tem de voltar para o Facebook e na opção onde estava (criar vídeo em direto)  clique em pré-visualizar

falta

Agora clique no botão “Transmitir em direto” e estará ao vivo na sua página Facebook!

Como configurar 2 cenas diferentes no OBS ?

Esta é a opção que mencionei em cima que lhe permite na transmissão em direto trocar entre 2 cenas diferentes.

Para criar a cena 1,  em que o interlocutor da página aparece.

Vá a scenes, clique no + e dê o nome à cena 1.

criar-cena-1

Depois no menu seguinte sources selecione a opção Display capture e Audio input capture.

Para criar uma cena 2 em que vai mostrar o seu ecrã do computador, volte a clicar em scenes, no sinal +, dê um nome à cena 2.

De seguida vá novamente a sources e selecione Display capture e Audio input capture.

cena-2

Esta última opção selecionada do Audio é a escolhida quando não se usa um micro externo.

Quando estiver a transmitir em direto pode selecionar no OBS a cena 1 ou 2 consoante o que quiser mostrar em direto.

Para evitar este efeito estranho de espiral de imagens quando está a mostrar o seu ecrã tem de selecionar a cena que quer transmitir e depois minimizar o painel de controlo do OBS, por forma a que se veja apenas o seu ecrã e não o painel de controlo do OBS.

screen-shot-2016-09-08-at-9-31-08-pm

Como parar a transmissão Live ?

No OBS tem de clicar em primeiro lugar na opção Stop Streaming e neste caso não tem de fazer nada no Facebook.

Depois de terminar a transmissão em direto, após breves instantes o vídeo ficará disponível na página inicial do Facebook como outro post qualquer.

Pode ir às ferramentas das publicação> Biblioteca de vídeos se quiser editar ou eliminar esse vídeo Live.

Para eliminar o vídeo coloque um visto na caixa, vá a ações e escolha a opção eliminar.

Para editar o vídeo, coloque igualmente um visto na caixa e depois clique no ícon lápis.

editar-video

Se mantiver este vídeo na página a minha sugestão é que adicione um thumbnail ou imagem de destaque apelativa no formato 1920x1080px.

imagem-de-destaque

Ainda irei acrescentar mais informações neste artigo porque me encontro a testar esta funcionalidade. No entanto experimente e diga-me aqui nos comentários como correu e se poderei ajudar em alguma dúvida que tenha. Obrigada!

 

 

4 de Agosto de 2016

Como ter Instant Articles na sua Página Facebook ?

Como-ter-Instant-Articles-Pagina-Facebook-1200x628

Quer ter artigos na sua Página no Facebook que abrem à velocidade de um relâmpago ?

Os artigos instantâneos são links que em mobile abrem quase imediatamente ao contrário de um link normal para um site que demora cerca de 7 a 10 segundos a abrir.

Nos artigos instantâneos pode incluir vídeo, imagens, texto e os conteúdos são abertos em full screen o que contribui para uma experiência de descoberta do artigo rápida, imersiva e diferenciadora .

O Facebook inicialmente atribuiu esta funcionalidade aos grandes Media, mas desde Abril que anunciou na sua conferência anual de Developpers que qualquer criador de conteúdos pode ter acesso gratuitamente aos artigos instantâneos na sua página Facebook.

Quais as grandes vantagens dos artigos instantâneos :

·       O tempo de abertura de um link em mobile é 10 vezes mais rápido

·       O tempo de leitura do artigo é cerca de 20% superior ao de um link externo*

·       Em média, 70% dos leitores não abandonam o artigo*

·       Em mobile verificam-se 30% mais partilhas destes artigos*

·       O criador dos artigos pode rentabiliza-los permitindo ao Facebook incluir Publicidade paga no interior do artigo (anúncios que são colocados em partes intercaladas do artigo).

*Fonte: Facebook

As duas grandes desvantagens:
  • O leitor perde o contato com a experiência de navegar no site do autor do artigo instantâneo isto porque apesar do artigo poder estar alojado no seu Gestor de Conteúdos (ex. site wordpress) é convertido para ser lido num template do Facebook, um pouco hermético, onde apenas o logo identifica o autor do link.
  •  Elimina a geração de tráfego para o site ou seja artigos são lidos em mobile dentro da plataforma Facebook.

A boa notícia. Pode selecionar apenas alguns dos artigos que quer publicar como artigos instantâneos e alterar com a partilha de links da forma convencional.

Mas como se configuram os artigos instantâneos ?

1.  Tem de solicitar a atribuição da funcionalidade aqui http://instantarticles.fb.com

2. De seguida escolha a página Facebook associada e concorde com os termos de utilização

3. O seu site tem de ter pelo menos 5 artigos, que serão previamente analisados pelo Facebook, que irá então decidir se lhe atribui a funcionalidade (em até 5 dias úteis)

4. A configuração no seu site implica que coloque um código .html na <head> tag do site. No meu caso pedi a um programador da agência http://designportugal.net para realizar esta configuração no meu site wordpress.

5. Após a aprovação pode decidir se quer transformar todos os seus artigos em instantâneos através da opção RSS publishing ou se apenas alguns artigos serão selecionados para o efeito, API publishing.

Em mobile, os artigos instantâneos são identificados com o símbolo de um relâmpago branco no canto superior direito.

Na Página Facebook, onde tenho acesso à funcionalidade dos artigos Instantâneos ?

Na seção Ferramentas de Publicação encontra uma nova área dedicada aos artigos instantâneos. Aí pode consultar as estatísticas de performance cada artigo instantâneo.

Instant articles

Deve configurar já os artigos instantâneos ?

Na minha opinião sim! Devemos sobretudo ter a preocupação da experiência que queremos dar aos nossos fãs na página Facebook. E para além do vídeo em direto, das fotos 360º, os artigos instantâneos permitem-lhe oferecer uma experiência inovadora na imediatez  de acesso aos conteúdos e na imersão que proporcionam ao leitor na apreensão da mensagem que queremos transmitir.

Veja aqui o exemplo deste artigo convertido em instantâneo na minha página Facebook!

 

 

13 de Julho de 2016

A má prática da utilização dos nossos contatos no Linkedin

Importar conexões linkedin

Desde há alguns anos que defendo que a nossa listagem de emails é um dos ativos mais importantes que temos para utilizar como canal de Comunicação complementar ao nosso principal owned media, o site e à presença nas Redes Sociais.

Mas para que a empresa/marca possa utilizar os dados de terceiros, em primeiro lugar tem existir uma notificar a Comissão Nacional de Proteção de Dados de que está a realizar a recolha de dados (quais) e com que objetivo. De seguida é devida uma taxa cujo valor depende do tipo de dados a recolher.

Este é o formulário de notificação à CNPD: https://www.cnpd.pt/bin/Duvidas/geral.aspx

Em segundo lugar os potenciais leads têm de dar o seu consentimento expresso em como pretendem fazer parte da listagem de emails.

Ora pelo fato de me ter ligado a alguém sob forma de conexão no Linkedin não estou a autorizar que o meu email que consta do meu perfil seja utilizado com um propósito de me fazerem chegar mensagens de caráter comercial. E é um fato que esta situação está a acontecer!

Exportar conexões Linkedin

Esta é a opção que lhe permite exportar os contactos das suas conexões no Linkedin.

Ora não deve de seguida fazer o upload destes contatos, por exemplo para criar um público personalizado no Facebook, porque não há autorização expressa por parte destes utilizadores da utilização dos seus dados para fins promocionais, neste caso para lhes ser mostrada uma campanha de Publicidade no Facebook.

O Facebook é explícito nos termos dos Públicos personalizados de que quem carrega os contactos de email deve ter o consentimento dos titulares e cumprir as leis, regulamentos e normas do setor aplicáveis.

regras custom audiences

 

Em Portugal esta matéria é regulada pela lei de Proteção de Dados Pessoais (Lei n.º 67/98 de 26 de Outubro).

Como consultora e formadora em Gestão de Redes Sociais para Empresas tenho a responsabilidade para alertar para esta má prática e enfatizar que os registos na listagem de emails devem respeitar a legislação portuguesa e a vontade dos consumidores!

5 de Julho de 2016

Google Analytics: medir tráfego das Redes Sociais

Medir Tráfego Redes Sociais Google Analytics imagem destaque

Com este artigo saberá como medir o tráfego (visitantes) provenientes das Redes Socais para saber se está a apostar corretamente nos seus esforços de obtenção de tráfego.

Leia mais